agradecer...

Já estamos a sensivelmente a meio do ano. Ano em que acreditámos no nosso valor e decidimos arrancar com um projecto sério, diferente e com a qualidade que achamos nós... não nos envergonha.

Mas a Lapela não se faz apenas de máquinas fotográficas, lentes e enquadramentos. Faz-se com, e para as pessoas.

De facto, é um trabalho sempre partilhado de forma igual. Começa com os seus autores, André e Miguel, que dividem a sua criatividade, tempo e responsabilidade. Que fazem da sua experiência, confiança e amizade, a base sólida deste projecto.

Mas... isto nunca seria suficiente, se do outro lado não existisse um contributo. São realmente as pessoas que nos procuram, as responsáveis dos resultados que vamos tendo. A sua disponibilidade e crença em nós é fundamental. O gosto pela fotografia, pelas boas imagens, pela estética, também é partilhado. E assim, tudo flui, tudo é natural, e é isso que passa para as fotografias. Não precisamos de modelos... queremos pessoas normais, pessoas reais com vontade, que num dado momento da sua vida nos escolham para que com elas congelemos momentos e criemos memórias.

Por isso estamos eternamente gratos aos nossos clientes, pois são eles que nos fizeram crescer tanto em tão pouco tempo. Com eles podemos conhecer lugares lindíssimos para fotografar, vivemos experiências radicais, rimos bastante, conhecemos muita gente nova e fizemos boas amizades.

Agradecemos também a quem nos segue virtualmente, aos que já se apelidam de 'fãs'! e aos familiares e amigos mais chegados... eles para o bem e para o mal, são os nossos melhores críticos.

Vamos continuar por aqui certamente...